Facebook antissocial

Enquanto as denúncias de conteúdo impróprio crescem no Brasil, rede social tem de escolher entre manter ou bloquear páginas controversas


SÃO PAULO – Faz pouco mais de dois meses que a estudante de jornalismo Maria Beatriz Borges, de 19 anos, está tentando remover uma página do Facebook. Ela organizou um movimento para que pessoas denunciassem o perfil, chamado “Lobo da insanidade”, que abusa do humor negro e posta imagens e frases sobre temas como violência e estupro. Não adiantou. A página permanece no ar, com mais de 50 mil seguidores, e tem alguns clones com outros milhares de fãs. Depois de quinta-feira, ficou inacessível, mas o Facebook não confirmou se ela estava bloqueada. Estadão


Compartilhe este artigo :

Postar um comentário

Dê sua opinião ou deixe uma frase

.

 
"
Design: Jmiguel | Tecnologia do Blogger | Todos os direitos reservados ©2012
"