Acusação de racismo em loja da BMW no Rio repercute nos EUA


Site Forbes publicou história de casal que acusa gerente de preconceito.
Funcionário teria expulsado filho deles, de 7 anos, por ser negro.
Site da revista americana Forbes publicou episódio de casal que acusa BMW do Rio de racismo (Foto: Reprodução internet)

O episódio do casal que acusou um funcionário de uma loja da BMW no Rio de racismo contra o filho de sete anos, divulgado pelo G1 na nesta quarta-feira (23), ganhou repercussão na terra de Barack Obama, o primeiro negro a ser eleito e reeleito presidente dos Estados Unidos, país onde a segregação racial deixou fortes marcas. O site da revista americana Forbes publicou a história.

De acordo com a professora Priscilla Celeste, mãe da criança, enquanto ela e o marido conversavam com o gerente de vendas sobre os carros em uma concessionária da BMW, foram surpreendidos com uma atitude preconceituosa do gerente quando o filho se aproximou dos três. Segundo o casal, o gerente expulsou o menino da loja, pelo de ele ser negro.

Na tarde de quarta, um porta-voz da concessionária BMW Autofraft, na Barra da Tijuca, Zona Oeste da cidade, negou que a criança tenha sido vítima de racismo. G1.



Compartilhe este artigo :

Postar um comentário

Dê sua opinião ou deixe uma frase

.

 
"
Design: Jmiguel | Tecnologia do Blogger | Todos os direitos reservados ©2012
"