Resenha Crítica, "Oração aos Moços"

“Oração aos moços”, do eminente jurista Rui Barbosa, pode ser considerado o mais vibrante e empolgante discurso que já se proferiu por ocasião de uma solenidade de formatura.

Os bacharelandos da faculdade Direito do Largo de São Francisco, em São Paulo, foram homenageados, em 1921, pelo ilustre Rui Barbosa que, na qualidade de Paraninfo e não podendo comparecer ao evento por motivos de saúde, enviou aos formandos um discurso em que homenageava a turma pela conclusão do curso de Direito.

Em “Oração aos Moços”, o mestre Rui Barbosa, à luz da sua sabedoria e aguçada intelectualidade, discorre sobre a função do magistrado e a missão que cabe ao advogado. Aborda ainda sobre os valores intrínsecos à formação desse profissional das ciências jurídicas, dentro do contexto moral, ético e espiritual.

No discurso, Rui Barbosa infere que a missão do advogado e a magistratura se confundem, pois, o advogado quando no exercício da sua função, também estará de certo modo a exercer uma espécie de magistratura, uma vez que a justiça, tanto para o advogado como para o magistrado, sempre terá o mesmo objetivo a ser perseguido.

Em carta, Rui Barbosa chama atenção para a questão da igualdade, onde deixa claro que a verdadeira igualdade está em tratar igualmente os desiguais na medida de suas desigualdades para que se possa alcançar a igualdade justa e plena. A mensagem mais direta aos formandos foi no sentido de que eles deveriam ter a lei como um instrumento em que visasse alcançar a justiça social, tendo em vista que as desigualdades sociais e a falta de conhecimento por parte da população com relação aos seus próprios direitos, devem-se ao caráter antidemocrático em que a lei e a justiça se apresentam para a sociedade, onde apenas poucos se beneficiam dos resultados finalísticos desses dois instrumentos de ordem social.

“Oração aos moços” inculca uma forte mensagem de espiritualidade e civilismo aos jovens advogados, procurando mostrar aos novos operadores do direito a importância do sacerdócio da profissão, enfatizando que esta deve estar sempre voltada para o enriquecimento e engrandecimento do homem em toda sua dimensão cognitiva.


Concluindo, “Oração aos moços” enseja um discurso de reconhecimento das potencialidades e virtudes da juventude que devem ser canalizados para a construção de uma nação forte e vitoriosa, buscando promover a autoestima de cada indivíduo, com fim à afirmação de uma sociedade fraterna e promovedora do bem estar social entre seus compatriotas. 





Rui Barbosa
Oração aos Moços
Edição 5ª - Casa de Rui Barbosa - RJ
Compartilhe este artigo :

Postar um comentário

Dê sua opinião ou deixe uma frase

.

 
"
Design: Jmiguel | Tecnologia do Blogger | Todos os direitos reservados ©2012
"