Quase 10 mil motos estão apreendidas nos pátios do Detran e da Transalvador

Até dezembro do ano passado, a frota de motos registrada pelo Detran na Bahia já chegava a mais de 102 mil unidades

Um mar de motos, no pátio do Detran, em Salvador

Tem crescido o número de motos apreendidas no pátio do Departamento de Trânsito da Bahia (Detran). Só em 2012 foram recolhidas 7.822 veículos da categoria, que junto a itens de anos anteriores somam quase 9 mil unidades na sede do Detran. Já no pátio da Superintendência de Trânsito da cidade (Transalvador), há 800 motos apreendidas em blitze.
De acordo com o coordenador de fiscalização de veículos de Salvador, tenente Rômulo Rodrigues, na maioria dos casos as apreensões são realizadas pela falta de habilitação do condutor, a não regularidade de documentação, o desrespeito ao uso de equipamentos obrigatórios, como retrovisor, selos de placas e sinalizadores.
Até dezembro do ano passado, a frota de motos registrada pelo Detran na Bahia já chegava a mais de 102 mil unidades. De janeiro a dezembro de 2012 houve o crescimento de mais de 8 mil motos cadastradas na instituição.
Se a moto apreendida na blitz é fruto de furto ou roubo, o veículo e condutor são encaminhados a Delegacia Repressão a Furtos e Roubos de Veículos, no Iguatemi.
Quando uma motocicleta é apreendida por não estar de acordo com as leis de trânsito, o proprietário recebe uma multa e tem até 90 dias para recorrer ou comparecer a sede do Detran e regularizar a situação. Também é cobrada diária no valor de R$16 pelo tempo que o veículo permanecer no pátio da instituição.
Passados os 90 dias, as motos apreendidas são levadas a leilão para custear as dívidas geradas ao estado.  Informações da Tribuna.
Compartilhe este artigo :

Postar um comentário

Dê sua opinião ou deixe uma frase

.

 
"
Design: Jmiguel | Tecnologia do Blogger | Todos os direitos reservados ©2012
"